Sobre

Palavra do Presidente

Após 50 anos de atuação no cenário ibiunense gera um momento de reflexão. É hora de encarar novos desafios. Nada de discursos e promessas. Vamos nos voltar para medidas práticas, simplificar o que puder ser simplificado, com respeito ao que foi tratado e sem prejuízo a correção de erros, quando detectados.

Ao absorver o aprendizado desses anos, lançamos o olhar para frente. Novos desafios estarão sempre no nosso caminho, mas a maturidade e o respeito conquistados, juntamente, com a competência técnica consolidada ao longo do tempo serão os pilares sob os quais a Cetril se apoiará para continuar cumprindo sua missão de “distribuir energia elétrica aos clientes com qualidade e eficácia, contribuindo para o desenvolvimento regional e o bem estar social”.

A eficiência dos serviços da Cetril contribui efetivamente com o desenvolvimento do município, uma vez que garante energia para motores de irrigação, iluminação pública nos bairros rurais e escolas. Além de oferecer benefícios aos cidadãos de baixa renda, que podem ter energia em sua propriedade por meio do financiamento do programa do governo federal “Luz para Todos”.

Por estas e tantas outras conquistas é que hoje a Cetril se consolida como uma das maiores cooperativas do estado.

Distribuir energia elétrica na década de 60 era um grande desafio, principalmente na zona rural e nas pequenas cidades do interior paulista. Por outro lado, a necessidade de se ter energia elétrica para o desenvolvimento da agricultura, indústria e a realização das atividades domésticas, se acentuava cada vez mais.

As concessionárias da época tinham pouco interesse em distribuir energia aos bairros distantes do centro, principalmente devido ao seu baixo potencial de consumo e ao alto custo para instalar e manter linhas, subestações e transformadores. Foi então que em 3 de dezembro de 1965, um grupo de visionários da época, a maioria deles formada por produtores rurais, resolveu criar a Cooperativa de Eletrificação Rural de Ibiúna – CERI, que posteriormente passou a se chamar Cooperativa de Eletrificação de Ibiúna e Região – Cetril.

Na época, contava com apenas 220 cooperados e enfrentava com muita dificuldade a difícil missão de distribuir energia elétrica para os bairros mais longínquos de Ibiúna.

Ao longo dos anos, a Cetril passou por muitos desafios. Porém, com muita vontade de mudar a realidade e fazer história ao levar os benefícios da energia elétrica para milhares de famílias, a Cetril superou todos os obstáculos e, hoje, se firma como uma das cooperativas mais sólidas do Estado de São Paulo. São mais de 28 mil consumidores abastecidos por três modernas subestações, com uma rede elétrica de aproximadamente 1.893,57 km de extensão.

Atualmente, a Cetril busca cada vez mais a eficiência constante dos seus serviços, como forma de contribuir efetivamente com o desenvolvimento do município, tanto para os consumidores residenciais, como também para os setores agrícola, comercial e industrial.

A nossa energia vem de você.

 

Conselho administrativo
Nélio Antônio Leite – Presidente
Paulo Dias de Moraes – Vice-Presidente
Fernando Vieira Branco – Secretário
Vogais
Antônio Aparecido Trindade
Jaqueline Sumida Guimarães
Luiz Vieira de Góes
Titulares
Guilherme Antônio Aranha
José Benedito de Camargo Rolim
Francisco de Paulo Dias de Oliveira
Suplentes
Inácio Vieira Godinho Júnior
Rosemeire Dias Duarte de Oliveira
Simão Vieira de Góes