Nossa energia vem de você

Agência Virtual

Aneel determina 26,53% de aumento na tarifa da Cetril

09/11/2015

Reajuste entrou em vigor no dia 30 de outubro e foi calculado com base na Revisão Tarifária Periódica realizada pela agência reguladora

No dia 30 de outubro, entrou em vigor o reajuste das tarifas de energia elétrica para os 24 mil consumidores da CETRIL. O reajuste foi homologado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) no dia 27 de outubro e o efeito médio total a ser percebido pelos consumidores será de 26,53%.  

Para consumidores residenciais de baixa tensão (B1), a revisão homologou um reajuste de 26,54% na tarifa atualmente praticada. Os consumidores classificados como de alta tensão (de 2,3 a 230kV), terão aumento  de 25,93%.

Em julho o consumidor da Cetril já sentiu no bolso o impacto provocado pela inclusão da cooperativa no sistema das Bandeiras Tarifárias, impostos pelo governo com o intuito de amenizar a crise energética.

Entenda como funciona o reajuste tarifário

A Agência Nacional de Energia Elétrica é a responsável pelo cálculo das tarifas de energia de todas as distribuidoras do país.

Como determina a legislação regulatória da ANEEL, o Reajuste Tarifário da Energia Elétrica é efetuado anualmente para todas as distribuidoras. Para a CETRIL, de acordo com a data do seu contrato da concessão, esse reajuste é realizado sempre no final do mês de outubro.

O processo de reajuste visa justamente garantir o equilíbrio econômico-financeiro da concessão como ocorre com qualquer outro tipo de contrato que, a cada 12 meses, tem seus custos reavaliados.

Ao calcular os índices de reajuste, a Agência considera a variação de custos que a empresa teve no decorrer do período de referência. A fórmula de cálculo inclui custos típicos da atividade de distribuição, sobre os quais incide o IGP-M e o Fator X*, e outros custos que não acompanham necessariamente o índice inflacionário, como energia comprada de geradores, encargos de transmissão e encargos setoriais.

Mais informações sobre os processos de reajustes tarifários podem ser consultados no endereço eletrônico da agência: aneel.gov.br, perfil  espaço do consumidor, na cartilha “Conheça a conta de luz”.

 

*Fator X – Percentual a ser subtraído do Indicador de Variação da Inflação, quando da execução dos reajustes anuais entre revisões periódicas, com vistas a compartilhar com os consumidores os ganhos de produtividade estimados no período.