ANEEL divulga novos valores para as Bandeiras Tarifárias

        A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) aprovou nesta terça-feira (21/5) uma nova resolução que estabelece o reajuste nos valores adicionais das bandeiras tarifárias com vigência em 2019.  

             Com a nova proposta, a partir de 1º de junho, a bandeira amarela passa a ter um custo adicional de R$ 1,50 a cada 100 kWh.  Já a bandeira vermelha no patamar 1 custará R$ 4,00 a cada 100 kWh, e no patamar 2, R$ 6,00 a cada 100 kWh.

            De acordo com a ANEEL, a alteração foi especialmente motivada pelo déficit hídrico do ano passado, que reposicionou a escala de valores das bandeiras.

.

     Vale lembrar que o sistema de bandeiras está em vigor desde 2015, indicando o custo da energia gerada, com o objetivo de comunicar aos consumidores a reduzirem o uso da eletricidade quando a energia estiver mais cara.

     O funcionamento das bandeiras tarifárias é simples: as cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração.

     A definição da cor da bandeira continua a ser dada de acordo com cálculos baseados nos níveis de água dos reservatórios das hidrelétricas, bem como o risco de necessidade de uso das termoelétricas, cujo custo de produção é mais caro.