Nossa energia vem de você

Agência Virtual

Facilidade, eficiência e economia de mais de 50% nos gastos

16/08/2012

Devido à ausência de energia elétrica, Tamaishi trabalhava com bomba movida a diesel para irrigar a plantação. Esse artifício, além de causar grande prejuízo ao meio ambiente, causava um rombo nos cofres do agricultor.

O agricultor Nivaldo Massaru Tamaishi afirmou que o investimento na instalação da rede elétrica, necessária para alimentar a bomba de irrigação de sua lavoura, gerou facilidade, maior eficiência e uma economia de mais de 50% nos gastos. Devido à ausência de energia elétrica, Tamaishi trabalhava com bomba movida a diesel para irrigar a plantação. Esse artifício, além de causar grande prejuízo ao meio ambiente, causava um rombo nos cofres do agricultor. “Uma hora de irrigação chegava a consumir 24 litros de diesel (hoje comercializado a R$ 2,18), um gasto aproximado de R$ 52,00 (cinquenta e dois reais) a hora. Atualmente, com o motor elétrico, não gasto nem R$ 15,00 (quinze reais) a hora de irrigação. A economia é muito grande, passa dos 50%. Em pouco mais de um ano dá para pagar todo investimento na rede elétrica, só com a economia que estou fazendo”, argumentou o cooperado. Tamaishi afirmou que quando o presidente da Cetril, Nélio Leite, lhe explicou sobre os benefícios de fazer o investimento na implantação da rede ele ficou receoso. “Sabe como é, a gente sempre tenta evitar novos gastos. Mas valeu a pena ter arriscado, foi um grande investimento. Além da economia, ficou tudo mais fácil. A energia chega aqui sem ter que ir até a cidade para comprá-la, como acontecia com o diesel, acabou o desperdício”. Nélio Leite afirmou que sempre está conversando com os cooperados e explicando os benefícios da bomba elétrica. “Nós temos que pensar no bem estar de todos e evitar agressões desnecessárias ao meio ambiente. O município de Ibiúna vive da agricultura, é nossa obrigação enquanto cooperativa proporcionar desenvolvimento à zona rural do município. Estou sempre conversando com o produtor e mostrando a importância do investimento na rede elétrica. O caso do Nivaldo prova que com a economia que ele fez no diesel deu para pagar a rede, e hoje é só alegria”. O presidente afirmou que a Cetril tem um compromisso de proporcionar desenvolvimento sócio, econômico e cultural na sua área de atuação e para tanto não tem poupado investimentos. “Já fizemos muito, levamos energia para localidades distantes. Mas ainda há muito que se fazer e estamos trabalhando para isso, vamos fazer muito mais”, finalizou o presidente.